Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog Restart

A Restart é um centro de formação profissional que constitui um espaço único de formação, produção e animação cultural em Lisboa.

EXPOSIÇÃO - "A VASTIDÃO NAS GRANDES PAISAGENS"

A Galeria da Restart acolhe a partir do próximo dia 26 de Novembro, às 18h uma nova Exposição Fotográfica de Viagem.

Islândia, Parques Naturais dos Estados Unidos da América, Patagónia argentina e chilena, Ilha da Páscoa e Portugal (Lisboa e Ilha da Madeira) são alguns dos locais que o fotógrafo Adriano Neves visitou e, agora, propõe mostrar numa exposição que celebra a Natureza e as suas vastas paisagens quase intocadas pelo Homem.  

exposicao_restart.jpg

Adriano Neves nasceu em Tomar em 1981, formou-se em Engenharia Civil, mas atualmente mantém atividades artísticas em diversas áreas. O trabalho do fotógrafo já foi agraciado com vários reconhecimentos nacionais e internacionais, com destaque para o prémio de melhor Fotografia Nacional Portuguesa na edição de 2015 dos Sony World Photography Awards, com a fotografia “Luzes do Norte sobre a Via Láctea” registada na Islândia. 


A exposição pode ser vista de segunda a sexta-feira, até dia 23 de dezembro, entre as 8h30 e as 00h00. A entrada é gratuita.

Mais info aqui.

RESIDÊNCIA/EXPOSIÇÃO - MATEMÁTICA

Até dia 17 de Julho, Sara Ivone vai estudar e medir as especificidades da Galeria Restart, de forma a usar as condicionantes do espaço como molduras, limites, premissas ou coordenadas.

De 17 a 24 de Julho poderás verificar o resultado da residência, uma instalação como uma folha de matemática onde elementos abstractos irão flutuar e interligar-se formando padrões, estruturas, arcos temporais, vectores e cujo objectivo é sugerir ligações e conjuntos, agilidade e movimento, movimento no tempo, andamento...

Esperamos por ti!

 

Encontros com identidade | Abre a tua gaveta, descobre-te e partilha.

Abre a tua gaveta, descobre-te e partilha.

Uma investigação sobre a Identidade - espelhada nas nossas gavetas internas e externas - foi a antecâmara da exposição patente até 30 de novembro no Museu de História Natural e da Ciência.
Queremos convidar mais pessoas a partilharem as suas gavetas enviando-nos fotografias das mesmas paraencontroscomaidentidade@gmail.com.

As melhores fotografias serão expostas na conferência e as 3 finalistas receberão como prémio vouchers em cursos Restart no valor de 500€, 300€ e 150€ .

Consulta o regulamento aqui

 

Mais informação disponível aqui

25 anos de Amadora BD | Inscrições abertas

 

A 25ª edição do festival Amadora BD já está a decorrer. Se queres participar e ainda não te inscreveste tens até ao próximo dia 17 para o fazer!

 

A exposição conta com várias propostas a concurso e respetivos trabalhos vencedores relativos a esta edição. O prazo de candidatura termina dia 17 de Outubro e os bilhetes podem ser adquiridos no recinto do festival.

O Festival Internacional de Banda Desenhada promovido pela Câmara Municipal da Amadora decorre entre os dias 24 de Outubro e 9 de Novembro, tem lugar no Fórum Luís de Camões e procura incentivar a produção de banda desenhada, proporcionando a sua apresentação pública através de um concurso nacional de BD, Cartoon e Ilustração de BD.

 

As normas e os regulamentos de participação para cada categoria podem ser consultados no site do festival e os prémios abrangem categorias como melhor Argumento, melhor Desenho, melhor Álbum de Livro Infantil, melhor Álbum de Tiras Humorísticas, Prémio Juventude, entre outros.

 

Local: Fórum Luís de Camões

Núcleo Central

Rua Luís Vaz de Camões, Brandoa

2650-197 Amadora

 

+ Info aqui

Workshop Restart | Programação e Produção de Exposições | 30 de Novembro, 1 e 7 de Dezembro | Formadora: Cláudia Camacho

Exposições

PÚBLICO ALVO

Estudantes de artes, cultura e comunicação, artistas, produtores, agentes culturais, interessados em aprofundar o tema.

 

OBJECTIVOS
A exposição constitui o meio através do qual a arte contemporânea adquire visibilidade, ao ponto de ser hoje um elemento fundamental da nossa cultura visual. Daí que seja crescente, nos últimos anos, o interesse pelos modos de conceber e organizar exposições. Assim, neste curso  discutem-se os mais recentes desenvolvimentos do discurso crítico respeitante à prática curatorial, analisando-se ainda as metodologias subjacentes à implementação de projectos.


CONTEÚDOS

MÓDULO I
O trabalho do comissário/curador (Dia 1)
Apresentação e objectivos do curso.
O lugar do comissário/curador na gestão cultural e o seu
trabalho na organização de exposições.
Ética e código de conduta.
O comissário/curador como “ideólogo”: correntes actuais de pensamento estético nas diversas exposições.
Taxinomia expositiva e mercado da arte: bienais e novos eventos artísticos: o papel estelar dos comissários.

Organizadores ou estrelas mediáticas? Veneza, Kassel e o “Grand Tour” da arte mundial.
Os formandos serão divididos em grupos e a partir da tarde do primeiro dia o workshop terá uma vertente teórico- prática constante, visto que irão desenvolver um projecto para o espaço físico da Restart.

MÓDULO II
Como se criar um projecto exposição (Dia 2)
Apresentação da noção de conceito expositivo por parte dos formandos.
Visibilidade do Projecto (valorização cultural e económica). Elaboração de equipas profissionais: design, produção, montagem e outros profissionais. Desenvolvimento do projecto.
Os organismos de gestão cultural: conciliar interesses, convénios de colaboração.
Procedimentos. Instituições estatais, autónomas, locais. Privados e fundações. Patrocínio, “fundraising”, doacções, mecenato e outras figuras de apoio à difusão da arte contemporânea. O contacto com as entidades de gestão: como fazê-lo e como “vender” a ideia do próprio projecto.

Em que consiste o “fundraising” cultural. O seu contributo ao desenvolvimento da Indústria Cultural.

MÓDULO III

 

Como se organiza uma exposição (Dia 2)
(Os formandos trabalharão na formulação do projecto expositivo acrescentando os seguintes itens teóricos ao processo)
Construção do projecto e cronograma do mesmo, sua coordenação técnica e assegurar os recursos
técnicos para a realização do mesmo.
Viabilidade e gestão económica do mesmo: delimitação de necessidades e cálculo de custos.
Fases de procedimento na gestão dos gastos.
Contratos administrativos, expedientes.
Memórias e arquivos.
Desenho e montagem da exposição: projecto técnico da sala. Os objectos a expor. Elaboração do projecto.

MÓDULO IV
Como se divulga uma exposição (Dia 3)
Finalização das propostas expositivas
O catálogo e outras publicações nas exposições.
Os elementos de apoio à exposição. Inaugurações e conferências de imprensa. Dossiê de imprensa e difusão nos media. As novas tecnologias de informação aplicadas à difusão de exposições: elaboração de dossiês electrónicos, blogues, páginas web e outros recursos.


ADMISSÃO
Conhecimentos mínimos e sensibilidade, apetência por arte e, em particular, por Artes Visuais. Entrega de CV.


 

FORMADOR | Cláudia Camacho
Curadora. Doutoranda em História da Arte defenderá a tese de doutoramento, sob Menção Europeia, em 2014.
Comissariou as exposições:
High Speed Press Plate de José Luís Neto (CBA, Madrid);
Se Busca Memoria Perdida de Kristoffer Ardeña (Centro 14, Alicante);
Representação Portuguesa no DVD-Project (Fundação Telefónica, Peru);
Contemplaciones (Festival Loop, Barcelona);
For Nothing de Pedro Torres (Round The Corner, Lisboa).
Coordenadora de actividades no PhotoEspaña|07.
Curadora residente convidada pela Academy of Fine Arts and Design para o European Month of Photography/09, em Bratislava.
Curadora portuguesa convidada para projecto Jugada a 3 Bandas, Camera Oscura, Madrid|12 e Arte Santander|12, com a exposição Histórias e
Desejos de quem Dorme (Ana Rito, Cecilia de Val, Margarida Paiva e Johann Ryno de Wet).
Curadora portuguesa convidada para o "Ideological Guide to the Venice Biennial 2013", Itália.
Organizou o Ciclo de Debates da ARTELISBOA 2011 e o Ciclo de Debates sobre Arte Contemporânea do Festival IN - Inovação e Criatividade.
Em Dezembro, assume a curadoria do espaço Embaixada - Palacete Ribeiro da Cunha, em Lisboa.
Directora da AntiFrame – Art Consulting.

 

 

HORÁRIO | 10h-13h e 14h-19h

HORAS | 24h

VAGAS | 16 Participantes (mínimo 10)



PREÇO
Inscrição - 50€
Geral + 170 €

DESCONTOS
| 20% alunos/ex-alunos de cursos anuais restart
| 15% dois workshops: desconto no 2º workshop
| 15% parcerias como FNAC, CGD, Cartão Lisboa
Viva, entre outros (consultar em www.restart.pt)

Descontos não acumuláveis e aplicáveis apenas ao valor “Geral”
Pagamento integral até à primeira semana antes do início.


+ INFORMAÇÕES | http://www.restart.pt/programacao_exposicoes/


Exposição | Miguel Ayako

Five Women And One Men são seis obras do artista Miguel Ayako, que podem ser vistas na Restart até ao próximo dia 21 de Junho. A abertura oficial da exposição é hoje, dia 5, pelas 19 horas, e contará com a presença do artista.

 

Miguel Ayako formou-se em Design e desde cedo se identificou com a cultura urbana e a sua expressão artística ilustra essa proximidade. O hip-hop e a cultura Japonesa são as suas principais influências, pelo que Ayako tenta que ambas coexistam nos seus trabalhos.

Participou em diversos workshops, e foi um dos artistas convidados no evento Se Esta Rua Fosse Minha, produzido por alunos de Produção e Marketing de Eventos da Restart, em 2012.

Colaborou com o Gabinete de Arte Urbana (GAU Lisboa), trabalhou com marcas como a G-Shock ou a Reebok e expõe o seu trabalho com assiduidade em Portugal e no estrangeiro.

 

Vejam a página do Miguel Ayako para conhecerem mais trabalhos.

Exposição | Live Music @ Restart _ 10 Anos

 

2013 assinala o décimo aniversário da Restart. À parte o dia-a-dia da escola e das aulas, a Restart distingue-se pela componente da animação cultural, apostando na divulgação de bandas com concertos no Auditório Restart em bases regulares.

O que apresentamos, como forma de assinalar dez anos de concertos, é nada mais que uma mostra do registo fotográfico das actuações das bandas que recebemos ao longo dos anos.

The Hypers, Murdering Tripping Blues, Bizarra Locomotiva ou O Quarto Fantasma, são algumas das bandas que podem encontrar nesta retrospectiva.

Exposição Mackintóxico |10 de Dezembro a 10 de Janeiro | Galeria Restart

 

A Restart vai receber a partir do próximo dia 10 de Dezembro a Exposição de Mackintóxico.


Esta exposição comporta uma amostra do portfólio de Mackintóxico, o alter-ego gráfico de Tó Trips dos Dead Combo, que também é designer e ilustrador.

Composta por duas secções, podemos encontrar uma selecção de posters feitos para a programação dos últimos anos da Galeria Zé dos Bois, em Lisboa.
O conjunto de serigrafias para os Dead Combo compõem a outra face da exposição.



Bio Mackintóxico
Nasceu a 23 de Janeiro de 1966, em Lisboa.
Ligado à música desde 1985, associamo-lo hoje aos Dead Combo, que já contam com seis trabalhos editados desde 2001 - Guitars From Nothing, Vol.1, Vol. 2 - Quando A Alma Não É Pequena, Lusitânia Playboys, Live Hot Clube e Lisboa Mulata -, mas passou por bandas como os Amen Sacristi, os Santa Maria Gasolina Em Teu Ventre ou os Lulu Blind.
Em 2009, lançou o seu primeiro disco a solo, Guitarra 66.
Além do trabalho como músico, foi director de arte na JW Thompson e na Euro RSCG e trabalha como designer nas áreas do cinema, teatro e dança, bem como para editoras discográficas.

 
Mackintóxico nasce a partir da criação de trabalhos ligados à indústria discográfica (capas de discos, posters). Ao longo dos anos criou os cartazes da programação de concertos na Galeria Zé dos Bois, posters para cinema, teatro e para a Fundação Calouste Gulbenkian e o Centro Cultural de Belém. Criando posters para bandas underground e outras, foi convidado a participar num dos projectos Voyager da bienal EXD.

Participou ainda em duas mostras e respectivos catálogos de ilustração portuguesa organizada pela Bedeteca de Lisboa. A par do grafismo de filmes para o realizador Edgar Pêra, fez bandas sonoras para filmes e peças de teatro e peças de dança.

A exposição pode ser vista na Galeria Restart a partir de dia 10 de Dezembro e até dia 10 de Janeiro de 2013.

ANIMAÇÃO CULTURAL RESTART
ENTRADA LIVRE